Abordagem Biopsicossocial na dor crônica

É um conceito atual para abordagem do paciente com dor crônica que apresenta alterações dos sistemas sensoriais, emocionais e cognitivos, implicando assim, na manutenção da dor.
Nosso objetivo é enxergar o paciente com dor crônica como um todo para, então, auxiliá-lo no processo de enfrentamento da dor e mudanças de crenças. Dessa maneira a aderência a atividade física passa a ser um alívio motivante para a saúde e bem estar.

Escola da coluna

É um método de abordagem utilizado com o objetivo de ensinar ao paciente sobre sua condição, educá -lo em relação ao seu comportamento e atitudes frente aos episódios dolorosos e habilitá-lo a cuidar de sua saúde por meio de hábitos diários de exercícios .

Avaliação Inicial

É realizada por meio de exames físico e questionários específicos a cada situação. Para isso, são utilizadas técnicas de avaliação baseada em evidência científica para determinar um prognóstico adequado e, assim, realizar um melhor planejamento da conduta terapêutica específica para cada caso.

Metodo de Subgrupos

*Para avaliação da coluna vertebral

Método atual de avaliação totalmente baseado em evidências científicas, que determina por meio de preditores clínicos a qual subgrupo o paciente pertence.
Para cada subgrupo, técnicas específicas de tratamento indicam melhor prognóstico. Ou seja, para cada paciente, este método de avaliação aponta qual técnica fisioterapêutica é a indicada para a melhora da dor e função.

Fases do Tratamento

Independentemente da causa do problema e do prejuízo funcional, o tratamento apresenta 3 fases:

Topo

User Login Form